Buscar
  • Tendência Energia

Com energia solar, Jardim Botânico em Sorocaba reduz conta em 95%

A cidade de Sorocaba, interior de São Paulo, está implantando energia fotovoltaica em seus prédios públicos. Além da sede da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema), também o Jardim Botânico “Irmãos Villas-Bôas” ganhou placas solares. A ação contribui para a redução da emissão de gases do efeito estufa (GEE) e o consumo de energia, gerando ainda economia de recursos aos cofres públicos.


A despesa média mensal com energia no Jardim Botânico era de R$ 1.300, passando agora para um gasto de cerca de R$ 60 por mês, ou seja, reduziu em 95% a conta de energia. Em um período de um ano, a economia será de quase R$ 15 mil.


A instalação das placas solares no Jardim Botânico foi realizada em abril deste ano. São 60 painéis distribuídos em 121 metros quadrados, com potência instalada de 21.300 Wp. Já a sede da Sema ganhou, em 2019, 28 painéis solares em uma área de 57 metros quadrados, resultando em uma potência instalada de 9.420 Wp.


Além dos prédios, a energia renovável também compõe todo o sistema BRT, que possui placas fotovoltaicas responsáveis por abastecer as unidades administrativas e operacionais, instalações e estruturas fixas, como os terminais de embarque e desembarque e pontos de parada.

O BRT entrou em operação em agosto deste ano e é uma importante política pública de mobilidade urbana na cidade.

Fonte: https://ciclovivo.com.br/planeta/energia/energia-solar-jardim-botanico-sorocaba-reduz-conta/




6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo