Buscar
  • Tendência Energia

Estudantes ribeirinhos terão acesso à energia solar em Rondônia

Instalação do novo sistema de energia levará internet para Escola Municipal Salomão Silva e inclusão digital à toda comunidade


Moradores da Comunidade Margarida, na Reserva Extrativista (Resex) do Rio Pacaás Novos, em Rondônia, acompanham a instalação de 15 placas solares na escola João da Mata, uma extensão da Escola Municipal Salomão Silva. A previsão é que o gerador de energia solar seja inaugurado na próxima terça-feira (17/08). O investimento faz parte do programa "Luz para a Educação", projeto que beneficiará, especialmente, alunos, professores e demais servidores da unidade de ensino.

A Secretaria de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) está prestando todo o suporte técnico e logístico para a instalação de energia solar fotovoltaica naquela localidade, que até então só contava com energia gerada por motor a combustão.

A carga pesa aproximadamente mil quilos e, ao longo do trajeto no rio, o Governo contou com o apoio dos moradores da região. Mais de dez pessoas estiveram envolvidas nesta operação, entre equipes do Governo de Rondônia, representantes da Rioterra e da empresa responsável pela instalação do kit de energia solar.

De acordo com a coordenadora do projeto, Daniela Moreira dos Santos Machado, a energia fotovoltaica vai mudar completamente a vida dos alunos e servidores da escola. “Com a nova fonte de energia poderão ter acesso à internet, inclusão digital. Para os professores, vai facilitar o uso de novas metodologias pedagógicas para os alunos. Já temos uma antena que fornece Internet, porém precisa da energia de geradores movidos a diesel. Com o novo sistema, terão comunicação 24 horas por dia”, disse.

O Governo de Rondônia conseguiu captar US$ 25 mil do Future Fund para atender a Comunidade Margarida, um fundo capitaneado pela Coalizão Under 2, secretariado pelo The Climate Group. Com o recurso, a Sedam convidou o Centro de Estudos Rioterra para ajudar na execução do projeto, que conta também com o apoio da Associação Primavera e da Prefeitura Municipal de Guajará-Mirim.


Fonte: https://www.infosolar.com/mercado/projetos/estudantes-ribeirinhos-terao-acesso-a-energia-solar-em-rondonia

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O prédio da Escola de Governo, localizado no Centro Administrativo em Natal, receberá energia solar para diminuir os gastos com energia elétrica e atenuar os impactos ambientais, já que o sistema é su