Buscar
  • Tendência Energia

Novos prefeitos devem buscar PPPs de energia renovável

A baixa nas taxas de juros e as trocas nas gestões das prefeituras, a partir do próximo ano, devem incentivar a busca de parcerias público-privadas (PPPs) nos segmentos de energia renovável e eficiência energética. Neste ano apenas duas parcerias público-privadas de energia limpa foram iniciadas. Semana passada, o município de Angra dos Reis (RJ) assinou contrato com Enel X Brasil, Selt Engenharia e Mobit para investimentos de R$ 22 milhões na modernização e gerenciamento do sistema de iluminação pública por 15 anos. No começo do ano, a prefeitura de Petrolina (PE) fechou contrato de 26,5 anos por R$ 94,9 milhões com Enercom, Lira Empreendimentos, Mobit e UFV Sol para uma usina de geração fotovoltaica. Em geral, as prefeituras veem PPPs como oportunidade para reduzir o custo da energia paga pelo poder público e diminuir emissões de poluentes. As principais soluções buscadas pelas prefeituras estão ligadas ao uso de energia solar e aproveitamento energético em prédios públicos. A previsão é que nos próximos anos também despontem iniciativas de mobilidade elétrica e melhorias na iluminação pública, como a substituição das lâmpadas fluorescentes pelo LED.


Fonte: https://www.canalenergia.com.br/clippings/53153058/novos-prefeitos-devem-buscar-ppps-de-energia-renovavel

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Amapá tem novo corte de energia, em 13 das 16 cidades

O fornecimento de energia foi interrompido em 13 das 16 cidades do Amapá na tarde desta quarta (16), por nova queda no sistema de transmissão que conecta o estado ao resto do país. As causas ainda est

O “jabutizal” para aprovar…

As emendas que o senador Marcos Rogério (DEM-RO) acolheu no relatório do projeto da Eletrobrás aumentam ainda mais a despesa da União com a proposta. Cria, inclusive, mais subsídios à indústria de car